content
Notícias   ››   Saúde Pública   ››   SUS
Carreiras

Esfera pública é uma área em ascensão para o setor farmacêutico

Autor: Cínthya Dávila
Fonte: Cínthya Dávila Publicado em 20 de Janeiro de 2012 às 12h15

Com o crescimento do mercado as autoridades sanitárias estão reconhecendo a importância dos serviços farmacêuticos

Se a simbologia que representa a farmácia, com uma cobra enrolada em uma taça significa ?poder da cura?, a disseminação de novas esferas de atuação para os profissionais de área mostra que o ofício vai além da cura. Segundo o diretor da secretaria geral do Conselho Federal de Farmácia, José V. Silva Lopes Júnior, atualmente existem 74 diferentes atividades regulamentadas pela entidade.
Entre essas opções, atuar na esfera pública tem sido um dos principais segmentos em ascensão no setor. ?Com o crescimento do mercado as autoridades sanitárias estão reconhecendo a importância dos serviços farmacêuticos?.
De acordo com Lopes, esse reconhecimento teve inicio há quatro anos quando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criou o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), possibilitando a atuação dos farmacêuticos no setor.
Tal fato levou também para uma discussão sobre o maior envolvimento do profissional de farmácia nas áreas clínicas dos hospitais do SUS. ?Um dos problemas dessas instituições é a falta de armazenamento correto dos medicamentos, um farmacêutico tem os conhecimentos necessários para fazer o mapeamento epidemiológico e solicitar a quantidade necessária de medicamentos?.
Além da aquisição de medicamentos, a dispensação destas substâncias também tem sido um fator importante para a inclusão destes profissionais na esfera pública. ?hoje o mercado passa por mudanças de busca de qualidade na dispensação dos remédios. Um medicamento sem orientação pode ser tão perigoso quanto veneno?.
O diretor da secretaria geral do Conselho Federal de Farmácia ressalta que a inserção desta profissão na área pública pode evitar gastos desnecessários e orientar o tratamento correto dos pacientes. ?Acredito que o Ministério da Saúde deve sensibilizar os municípios para que façam a organização da sua assistência farmacêutica com a contratação de profissionais?.
Tags
Nenhuma tag cadastrada
Últimos comentários

Não há comentários

Compartilhe Comente e compartilhe sua opinião com nossa comunidade!

Últimas notícias